Infância: Você vê o que eu vejo?

Pai e filho usam máscaras em homenagem à banda metaleira Slipknot (Foto: Carolina Lauriano /G1)

Eu vejo a criança pegando latinhas. Eu vejo a infância dela passando ao preço de ter que se sustentar. Vejo a vontade que ele tem de ter um pai que o leve pra passear, mesmo que seja um pai que o leve ao Rock in Rio aos 9 anos de idade. Vejo a crueldade que é ser criança no nosso país. E a vejo em uma via de mão-dupla, porque aos 9 anos ir a esse tipo de evento, pode se tornar no futuro, uma crueldade.

Não é à toa que as crianças se revoltam, que cometem atos de violência impensáveis décadas atrás, como o caso do menino de 10 anos que atirou na professora e se matou essa semana. Está tudo naturalizado, a violência, o pecado, a impunidade, a injustiça. Nada mais choca. Onde vamos chegar? Por enquanto, eu estou vendo a bárbárie. E quando não houver mais quem veja como eu vejo?

P.S.: Tenho constante problema com esse post. As pessoas acham que estou me referindo à criança no show de rock. Mas não. Estou me referindo à situação social da criança que está lá atrás catando latinhas e à criança que matou a professora. Esse post não fala de satanismo como muitos pensaram. Esse post não fala mal de rockeiros. Este poste fala da pobreza, da situação de abandono familiar em que vivem muitas crianças, desamparadas até dentro de suas casas, e aponta a questão social como uma causa de revolta e violência entre crianças.

Anúncios
Deixe um comentário

14 Comentários

  1. O blog está cada vez melhor. Parabéns. Deus continue te abençoando!

    Responder
  2. Gostei do texto. E do blog. Vou adicioná-lo à minha lista de links, ok?
    A reflexão, no caso, é bem verdadeira. Ao menos para os que veem dessa forma.
    Abraços!

    Responder
  3. achei legal mas sou 1 pouco mas velho que ele queria ir a o Rock in Rio,gosto de SlipKnot e acho que a culpa e da mãe da quela criança que ñ deu estudo e o deixou a criança ra rua

    Responder
  4. Victor

     /  janeiro 26, 2012

    Sou headbanger mesmo, escuto o som que pode ser o seu pesadelo… mas eu sou muito de família, honesto… e ser headbanger não é sinonimo de satanista…

    Responder
    • é verdade meu caro amigo,
      muita gente confunde os Maggots, e outros tipos de rockeiros com satanistas,
      e isso é muito tenso, até por que tem mesmo gente que usa o rock como capa para fazer coisas que iram sujar o nome do rock..

      Responder
  5. Anonymous

     /  março 30, 2012

    Nao concordo com isso porque tbm curto rock ( slipkinot ) vou para a igreja e tudo mas nao sou violento, e nao por isso perco minha fé em Jesus meu unico salvador.

    Responder
  6. CARA SE VOCÊ CURTI ROCK, DEVERIA SABER QUE SE ESCREVE SLIPKNOT SEU ENERGUMÊNO!

    Responder
  7. JOHNNY

     /  maio 27, 2012

    más influência não são desculpas cada um faz o q quer. curto muito slipknot naum sou satanista, a culpa desse menino esta na rua catando latinha,é pq ele tomou sua propria decisão de naum aguentar viver de migalhas,e a culpa pode ser nossa mesmo porque tem pessoas q só sabe criticar e não sabe ajudar.

    Responder
  8. Pow na boa cada um tem o seu modo de pensar mas nao julgue alguém pelo que ela escuta ou faz

    Responder
  9. jesus é tudo

     /  junho 22, 2012

    tadinho da vontade de chorrar de ver isso

    Responder
  10. jesus é tudo

     /  junho 22, 2012

    eu curto slip tbm

    Responder
  11. cleber

     /  julho 1, 2012

    eu eskut rock des dos meus 10 anos..hoj tenho 18 eh isso nao influencio em nada..

    Responder
  12. denis

     /  outubro 26, 2012

    muito interessante esse texto !!!tai uma coisa realista e poetica!!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: