Muito mais o que fazer

sabe

Um dentre milhares de milhares

 Sabe quando você sabe que tem mesmo algo mais a fazer, mas não sabe nem por onde começar ou como terminar? Não é como Noé que tinha instruções detalhadas da arca e sabia como ia ser o final de sua missão. Não é como Jesus Cristo que tinha todas as informações do começo e do final de sua missão desde o princípio. Não é como Gideão que sabia como o objetivo da sua missão, quem deveria levar consigo e que estratégia usar para alcançar a vitória no final.

Está mais para Abraão caminhando no deserto para uma terra desconhecida sem saber pra que rumo começar ou onde ia chegar. Está mais para um chamado profético, grande, importante, porém desprezado. Não necessita plateia. Não necessita multidão. As luzes e os holofotes estão dispensados. Mas precisa ter fé, muita fé, e graça superabundante. Difícil? Advinha por quê ainda não estou totalmente equipada?

 Tenho receios de receber a capacitação total do Senhor. Me sinto frágil, instável nos caminhos dEle e ainda muito despreparada para assumir tanta responsabilidade e para ter tantos dons. Não entendo o motivo de eu (agora) permanecer calada, não pedir e ainda assim receber. Enquanto há tantos clamando, pedindo, querendo… e não estão recebendo dons.

Não estou trabalhando como poderia estar. Escrever o que eu aprendo no blog é bom, alcanço algumas centenas de pessoas com meus estudos e refexões da minha caminhada com Deus. Mas foi apenas algo que Deus me mandou fazer: escrever os sonhos, escrever as visões, escrever as profecias, escrever os ensinos, escrever tudo que eu vivesse com Ele. É uma ordenança mal cumprida por mim, pois deixo passar muita coisa. A cada dia tenho aprendido algo de Deus que me prepara para o futuro, mas não é todo dia que eu escrevo.

Há muito mais para se fazer. Há mais que escrever um blog, mais que escrever um livro, mais que cantar no louvor da igreja, mais que anunciar Jesus aos amigos e aos alunos, mais que ler toda a Bíblia todos os anos. Há muito mais o que se fazer. A seara é tão grande que me estonteio, não reajo diante das pressões internas. Sim. Pressões internas. Não são do superego, mas do Espírito Santo. Eu tenho muito mais para fazer. Talvez você não tenha, sabe… eu acabei entendendo que não é para todos.

chamados escolhidos

Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos. (Mateus 22:14)

 Muitos foram chamados, poucos foram escolhidos. Ganhar almas é para todo cristão. Ganhar multidões é para alguns. Ter um dom espiritual é para todo cristão. Ter diversidade de dons é para alguns. Ter algo a fazer para a obra de Deus é para todos os cristãos. Ter muito mais para fazer para tornar o nome de Jesus conhecido é para alguns. Sim, é verdade que muitos foram chamados, poucos foram escolhidos.

Não estou lá. Não estou nesse nível de viver conforme Deus deseja que eu viva. Não sou hipócrita de me sentir a escolhida dentre os chamados. Não sou hipócrita de me afirmar “a cristã”, quando apostatei de quase toda a solidez que o cristianismo oferece. Não sou hipócrita de dizer que estou trabalhando, quando na verdade estou simplesmente estonteada olhando a seara… E não estou fazendo nada, porque o que eu tenho a fazer é muito mais. Me assusta, me comove, mas não me move.

Ó Deus, até quando haverá cisão entre o meu querer e o meu agir? Porque aquilo que quero, ah Paulo, eu também não faço. Mas o que eu não quero, isso eu também faço o tempo todo. Não sou perfeita como Deus é, ainda não consegui atingir essa ordenança. Não sei amar com o amor que Ele me ama. Não sei agir com a intrepidez que seu Evangelho me constrange. Pelas minhas falhas, me envergonho. Há muitas pessoas morrendo lá fora.

Sei que estamos no século XXI e tudo acontece muito rápido, as pessoas comumente não têm tempo sequer para estar com a família e logo se justificam como não podendo pregar, não podendo trabalhar na igreja, na obra. Ninguém pode mais ofertar com desprendimento porque o tempo é curto, o dinheiro também. Sei sim, vivo nesse mesmo mundo, nesse mesmo ciclo, nessa mesma lógica. Mas tenho estudado no Novo Testamento que boa parte da rejeição dos judeus a Jesus advinha do fato de Ele querer romper com a lógica estabelecida, pois Jesus era a encarnação viva da superação da Lei dos patriarcas. É preciso que ao menos alguns de nós quebremos a lógica estabelecida pelas tradições e tomemos nossas decisões, orientemos nossas ações, pelo que o Espírito Santo nos direciona diretamente.

Às vezes, as pessoas ao seu redor não conseguem ver aquilo que somente os seus olhos foram abertos para ver, então você tem que caminhar só na direção que o Espírito Santo revelou a você. Às vezes apenas os seus olhos vêem, apenas os seus ouvidos ouvem, apenas você tem a revelação. Não há quem ande ao seu lado, senão Deus. E isso deve ser suficiente. Deve dar satisfação. Minha angústia vem desse momento só pelo qual já caminho e pela ansiedade de, no completar da vontade de Deus, continuarei e estarei muito mais. Isso tem me estonteado também.

Anúncios
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Daniel

     /  abril 26, 2011

    veja Lucas 14:26…

    ‘Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.’

    Deus te ilumine sempre!!! Fica na paz…

    Responder
  2. Tairine café

     /  julho 10, 2011

    É isso aí mesmo quando começei com Deus não sabia se chegaria no céu más ele deu entemdimento que não depende de mim e sim dele é claro que ele quer amém!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: