Prova-me e sairei como o ouro

a
Mas Ele [Deus] sabe o meu caminho; se Ele me provasse, sairia eu como o ouro. (Jó 23-10)

 

O ouro é o metal mais procurado e mais cobiçado pelos homens, há muito tempo. A sua cor doura e brilhante atrai a atenção e desperta nas pessoas o desejo de possuí-lo. Por isso é muito valioso, e desde muito tempo também, tem servido como lastro financeiro para nações. (Lastro: depósito em ouro que serve de garantia ao papel-moeda)

Quanto mais é submetido ao calor do fogo, mais puro o ouro vai se tornando. Quando o calor atinge 1000ºC, o ouro se funde, daí em diante as impurezas que estiverem agregadas a ele começam a se separar. Assim, poderíamos dizer que o ouro que passa pelo fogo sai mais puro, mais limpo e mais valioso.

Penso que Jó tinha tudo isso em mente, que um homem rico como ele era conhecia bem o trabalho de um ourives quando, em meio às suas provações, disse esse versívulo (Jó 23:10). A situação de Jó era simplesmente terrível. Fora um homem afortunado. Possuíra uma família bonita e sadia. Sua casa fora feliz e tinha tudo em abundância: saúde, alimentos, amigos, festas. No entanto, sucessivas provas advieram sobre ele como um terrível fogo destruidor.

Perdeu todo o gado, as ovelhas, os filhos e até sua própria casa. E no fundo do poço de sua desdita miséria, Jó ainda conseguiu encontrar motivos para louvar a Deus e disse: “O Senhor o deu e o Senhor tomou; bendito seja o nome do Senhor.” (Jó 1:21b)

Mas a provação de Jó não parou por aí. O fogo da provação atingiu-lhe a própria carne. Sua pele encheu-se de feridas abertas, malignas, que lhe cobriam o corpo todo, desde a planta do pé até o alto da cabeça. E , aquele que outrora fora rico, poderoso e feliz junto à sua família, agora estava sozinho, sentado no chão, com um caco de telha raspava as feridas do corpo.

Para Jó, certamente, o valor das coisas materiais era insignificante diante do que havia no interior de sua alma. Havia em seu coração algo que era mais importante até mesmo que o seu próprio corpo apodrecido pelas chagas. Por isso, nenhuma doença, infortúnio, desprezo, nada poderia roubar de seu coração a fé e a esperança que ele depositava em Deus. Que inspiração! Que motivação! Podemos passar por provações, mas a nossa fé é a nossa vitória. A herança prometida aos fiéis, no final do bom combate, compensará todas as provas.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: