Escolhas que fazemos

"O que fazemos aqui ecoa na eternidade" (Maximus, em O Gladiador)

"O que fazemos aqui ecoa na eternidade" (Filme: O Gladiador)

John Wesley considerava perdido um dia em que não ganhasse uma alma pra Cristo. Aliás, ele tinha um compromisso com Deus de ganhar por meio de evangelização pessoal e direta uma pessoa por dia, desconsiderando as pessoas que se entregavam a Cristo nos seus sermões ouvidos por milhares de pessoas.

Eu na minha simplicidade reconheço a mediocridade das minhas intenções cristãs. Nunca me propus a um desafio desse porte, mas considero perdido um dia em que eu não tenha descoberto algo novo com Deus ou desenvolvido mais uma habilidade cristã.

Hoje, pensei em dizer que eu não preciso mesmo entender Deus, mas lembrei que eu já escrevi sobre isso aqui. Também que Deus responde as orações, mas eu também já disse isso aqui. Eu já passei dessas etapas, agora estou em um confronto diferente: o das escolhas que fazemos.

Um pouco de fé. Um pouco de sensibilidade. Um pouco de paciência. E muito compromisso. Vida com Deus é vida de compromisso. E não procure conselheiros, ninguém vai te entender. Se Deus te deu uma missão e você tem um compromisso com Ele, isso está acima de qualquer razão humana. Simplesmente eu tenho que fazer, mesmo que o mundo não entenda, tenho que fazer.

Eu escolhi isso para mim. Fui eu mesma quem escolheu. Há cristãos de vida simples, que apenas vão aos cultos nos domingos e evangelizam quando tem oportunidade. Eu escolhi uma vida diferente e gastei tempo com meu joelho no chão, correndo atrás de um propósito de vida maior, correndo atrás de ser instrumento afiado nas mãos de Deus para que Ele use como quiser. Max Lucado escreveu que Jesus escolheu os cravos. Por que eu deveria escolher uma vida simples?

Sou a estranha para os meus amigos. Aquela que se preocupa com coisas que não são deste mundo. Eu já quis fazer uma surpresa para Deus e fiquei triste por não poder distraí-lo na sua onisciência. Eu já perdi o sono tentando saber se o coração de Deus estava alegre ou triste com a humanidade. Eu já vivi muitas coisas diferentes na minha caminhada com Deus. Já tive coisas sobrenaturais acontecendo comigo. Quando conto, as pessoas riem, se espantam, se maravilham, mas nunca entendem. Ninguém tem mesmo que entender, hoje eu reconheço minha identidade e sei quem EU SOU é.

Meu problema atual é pensar na escolha que fiz e na vida que tenho levado. A quantas pessoas eu ainda vou eximir de uma maior intimidade com Deus simplesmente porque às vezes tenho vergonha de ser diferente? Não posso mais andar por esse caminho, afinal eu escolhi isso pra mim. Deus me confiou dons especiais porque eu aceitei o preço. Simplesmente, já não posso mais questionar a soberania de Deus sobre a minha vida. Ele me perguntou se eu queria tornar o Seu nome conhecido na Terra e eu disse SIM…

Anúncios
Post anterior
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: