A cozinha de Deus

Vegetais

Quem nos separará do amor de Cristo? a tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? (Rm. 8:35)

Viver com Deus é como ver um grande cozinheiro em ação.  Ele vai preparando pratos maravilhosos com coisas que jogaríamos fora ou não veríamos utilidade. Enquanto o cozinheiro trabalha, a gente não entende o porquê daquela pitada de açúcar ou a razão de pré-aquecer o forno, isso simplesmente não nos importa. Só depois de nos deliciarmos é que pensamos “como será que se prepara isso”?

Bem, eu estive pensando em coisas que eu aprendi esse ano:

* O casamento é presente de Deus para nos abençoar;
* Ter uma geladeira em casa é uma bênção enorme;
* Renatinho estava certo: uma pessoa, um copo; (acessem o Renatinho)
* Viver a dois não é ser perfeito, mas é ser verdadeiro;
* Eu sou o único limite para o que Deus quer fazer na minha vida: e eu vou vencer o meu limite!

Essas lições foram pratos que Deus preparou para mim, a outros talvez não seriam tão saborosos. Produzi-los não foi simples. Deus trabalhou na sua cozinha, que no caso foi a minha vida.

Eu sempre digo que na minha Bíblia não diz “viva com Deus e terás uma vida feliz e sem problemas”. A minha Bíblia diz “no mundo tereis aflições” (Jo. 16:33), “o caminho é estreito” (Nm. 22:26), mas “os justos verão a ruína dos perversos” (Pv. 29:16).

As receitas que Deus usou para que eu provasse desses maravilhosos pratos incluíram ingredientes como vergonha, calúnias, humilhação, traições, desonra e tantas outras aflições. Mas eu permaneço firme na rocha. Eu sei que nada vai mudar em relação ao amor que meu Pai tem por mim e eu por Ele. Nada pode me separar desse amor (Rm. 8:35). Eu sei em quem tenho crido e tenho certeza absoluta de que o céu é o meu lugar. Se você estiver também passando por tribulações, lembre-se disso.

Certeza da salvação é para mim consequência de um estilo de vida em retidão. Eu vivo assim porque esta é a minha escolha há muitos anos. Eu escolho ser cozida, assada, frita, até mesmo moída se for necessário para que a minha vida ofereça aroma agradável ao Senhor. Ele sabe dessa minha disposição, por isso eu pago o preço que pago de sacrifício para estarmos juntos.

Esse é o sentido da vida humana, glorificar a Deus mesmo no sacrifício. E o que era mais doloroso para mim aconteceu. Perdi a pessoa que era a mais importante da minha vida e fiquei sem o meu maior sonho. São as minhas tribulações a fim de vencer esse mundo. Eu escolhi viver assim. E você? O que você escolheu para a sua vida?

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: