Porque Ele não desistiu de mim

Gratidão...

Gratidão...

Incontáveis foram as vezes que eu errei. Incontáveis são as que eu ainda pretendo errar. Infiel, má, perversa, incoerente, inerte, preguiçosa, cruel. Nada de bom há em minha natureza que mereça ser poupado em troca de que Cristo viva em mim. Ao longo de minha curta vida, muitos foram os tropeços. Muitas foram as quedas. E tantas vezes eu desisti de Deus. Desisti de acreditar que Ele me ouvia ou que em mínimo se interessava pela minha vida. Estava tudo tão difícil há tantos anos, que servir não era prazer ou propósito. Servir era servidão escravagista. Me sentia impelida, obrigada, incumbida a fazer qualquer que fosse a coisa “em nome de Deus”. Mas um Deus que eu não conhecia sequer de ouvir. Por mais que eu lhe desferisse palavras, não conhecia o caminho para me achegar a Ele e cultivar um princípio mais íntimo de relação Criador-criatura. Pobre me sentia. Pobre era, pobre estava.

Infiel, má, perversa. E, em extremo, cheguei a ser incrédula. Tamanha a pobreza do meu conhecimento desse Ser Supremo que me era tão desconhecido, descri. Descri não porque não queria mais crer, mas por total ignorância de sua real existência. Eu estava com 19. Já havia lido o manual (Bíblia), fazia todos os rituais que as comunidades de religiosos me ensinaram (evangelismo, oferta, dízimo, jejum, oração, ministério…). Eu era sim uma perfeita religiosa que seguia algo que eu não sabia, mas preferia achar que se tratava de Deus. Todas as minha ações eram voltadas para agradar a esse Ser Supremo que me ensinaram sobre Ele. Mas eu não o conhecia. E não me sentia correspondida em nada por tantas libações ofertadas, então descri. Fui atéia. Deus não existia mais para mim.

E no descrer, Ele não desistiu de mim. Então, achei também que poderia desistir dos meus sonhos e viver a vida em perpétua nulidade. E na nulidade, Ele não desistiu de mim. Também me acomodei e passei a ir aos cultos celebrados nas comunidades de religiosos para dentro do meu coração zombar da ilusão daquele povo, como poderiam ser tão cegos pelo ópio que lhes afagava a incompletude? E na zombaria, Ele não desistiu de mim.

Quando descri, muitos vieram até mim. Enviados de diferentes formas, chegaram por caminhos distintos. De que adiantou, se eu não os ouvi? Tomada por um esclarecimento racionalista, eu estava além disso. Estava claramente além de crer por fé numa existência sobrenatural superior a mim e a todo o Universo. Então, Ele não desistiu de mim. De desferir palavras, passei a desferir agressões. Gritei, me irei. Duvidei que Ele ouviria. Ele ouviu e não desistiu de mim.

E foi porque Ele não desistiu de mim, que ainda estou aqui. Ele me derrubou ao chão, lembro como se fosse hoje. Enquanto eu gritava contra Ele o que eu queria, caí ao chão, imóvel, muda, frágil. Ele falou comigo o que quis. E eu quis esbravejar. Queria continuar minha lista diária de ofensas contra Ele, mas não pude. Todas as vezes que no meu coração eu pensava em palavras para agredi-lo, minha mente era tomada por palavras que o louvavam e o exaltavam e da minha boca essas palavras saíam em uma língua desconhecida. Isso durou horas. Quando pude me levantar, tomei o rumo da minha vida. Na rotina, encontrei com pessoas da minha faculdade, às quais eu quis falar, mas tudo me saía somente nessa língua desconhecida. Pronto. Estava feito. Ele não desistiu de mim e me separou para si.

Foi assim que a história da menina mudou. Tive que entrar em acordo com Deus se quisesse ser novamente dona de minha boca e suas palavras. Tive que admitir que Ele existia.  Somente quando as palavras de exaltação e adoração saíram verdadeiramente da minha boca, recitando o Salmo 139, foi que essa pegada de jeito que Ele me deu acabou. Impactou a minha vida. E não desistiu de mim. Ele se lembrou dos sonhos que eu havia desistido e, um por um, começou a cumpri-los e a realizá-los para mim, porque eu passei a me agradar dele. Como nunca antes, eu finalmente conheci aquele que nunca desistiu de mim. Cinco anos de vivência, cinco anos de profunda intimidade, cinco anos de nova vida. Obrigada Paizinho!

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

8 Comentários

  1. Sabe o que mais aprendo com isso que Deus nunca desiste de nós, logo nós jamais devemos desistir das pessoas. Desistir de alguém dá a oportunidade de que alguém desista de nós.
    Um abraço minha amiga Bia
    Rafael Daniel

    Responder
  2. Isso é lindo… Simplesmente lindo.
    Ele jamais desiste de nós…

    Responder
  3. Cara irmã Bia.
    Graça e paz!

    Este seu testemunho muito edifica a nossa fé por saber desta sua experiência e como Deus esta te conduzindo.

    Sei que o Senhor nunca te abandou e também nunca te abandonará (Is 49.15)

    Responder
  4. Bia….

    O melhor de tudo é olhar para trás e olhar que mesmo infiel, Deus permanece fiel….

    Muito lindo….

    Responder
  5. Aleana

     /  novembro 18, 2009

    ei

    Responder
  6. Edilson R Monteiro

     /  março 26, 2011

    Ele sabe o que é bom para seus filhos e ainda gosta de nos fazer uns caprichos.
    Nosso relacionamento com Deus Não tem nada a ver com uma instituição,Cristo nos ensinou um relacionamento franco e direto com Deus;no pai nosso esta patente isso,hoje são muitas pessoas desviadas do caminho porque aqueles que se propõe a ensinar não sabem o que estão fazendo,como pode alguém falar sobre quem eles não conhecem,sempre a um processo doloroso por causa da nossa ignorância,felizes os que conseguem encontrar o Senhor,houve uma época de muito desespero na minha vida o suicídio era a melhor opção para uma mente dominada por Satanás,o problema não esta em pecar,se não pecarmos não poderemos conhecer para decidirmos entre o bem e o mal,ler as linhas normais todos podem mas as entrelinhas essas o senhor só as revelam a quem buscam com afinco.quando você buscava e não entendia a vida não fazia sentido e nada tinha importância mas uma força maior não te deixava desistir,providência,ele já nos amou antes do primeiro homem existir,os propósitos de Deus são justos e verdadeiros;encontra lo não é difícil depende do caminho que seguimos.o tempo dos profetas esta longe,hoje as pessoas devem falar directamente com Deus,saber ouvi-lo é complicado,uma das maneiras que identifiquei qual o senhor nos fala é :parece um pensamento mais forte mas na verdade é a vos de Deus falando directo ao nosso cérebro,as vezes peço ao senhor que me fale através da bíblia, quando a algo que julgo importante é muito bom a resposta esta sempre la,minha esposa teve câncer de mama,no dia que ela foi operar orei ao Senhor e pedi por ela e também pedi ao senhor que me respondesse através de uma emissora de radio,pela manha naquele dia liguei o radio e fui ouvindo as emissoras evangélicas na primeira e n segunda nada porem na terceira era um pastor ele falou assim,o Senhor esta me mandando dar um recado não sei se é alguém da plateia ou se é ouvinte mas o senhor manda dizer:que o que você pediu a ele foi consentido sua oração foi ouvida,minha esposa foi operada com sucesso e não apresenta sequelas;isso já fazem um ano talvez um pouco mais,o senhor que falar com todos,obrigado Senhor por não ter me abandonado ,mesmo depois de eu ter feito tanta besteira,hoje posso testemunhar e te glorificar,ABA PAI.
    Como você disse ,Cristo pregou a Deus da maneira mais simples possível ,para que todos pudessem entender em todos os séculos as mensagens do evangelho,Paulo advertiu em dois corintios as ferras e os lobos,os apóstatas estão dominado por isso ensinam de maneira errada,em Oseias 4:6 o senhor fala :meu povo se perdeu por falta de conhecimento,e Cristo diz vocês serão ensinados pelo próprio Deus meu pai,então se não aprender a conversar individualmente com o Senhor que esta pronto para nos ouvir ,é cativeiro nas mãos do perverso .
    *feliz pelo seu testemunho minha irmã,encontrar-se com Deus e conversar com ele ,não tem nada mais gratificante neste mundo,é a realização plena,minha primeira vez fiquei em estado de graça por muitos dias,ainda me sinto diferente até hoje,meus valores mudaram,a forma de ver as coisa ,é outro prisma,que o senhor te abençoe sempre,o que recebestes de graça distribui de graça para que possa valer.amem.

    Responder
  7. kenia

     /  fevereiro 19, 2012

    O Senhor Deus é Tremendo quero ter experiencias com Ele…e escultar a voz Dele sem duvidar em meu coração.

    Responder
  8. Ana Paula

     /  maio 20, 2013

    Hoje eu sinto que Deus desistiu de investir em mim. Já orei, já jejuei, já clamei, mas não consigo sentir o amor de Deus. Sinto que Ele garantiu minha salvação, pois eu já aceitei Jesus há um bom tempo, mas sinto que já decepcionei tanto Deus que Ele desistiu dos meus sonhos, Ele vê além do hoje e com certeza percebeu q não valerá a pena investir em mim pois vê como meu futuro será ruim. E é isso q faz doer tanto em meu coração, por mais q eu tenha esperança de ser uma pessoa melhor, de fazer mais, eu tenho tantos sonhos, mas não sinto q Deus quer acreditar em mim. Me sinto tão perdida, cada dia q passa ir à igreja, participar da obra do Senhor têm virado algo mecânico pq sinto q não move o coração de Deus, me sinto super distante Dele e não sei mais o q fazer p/ me aproximar e sentir o seu amor, já tentei de td! A vida p mim está cada dia mais difícil de se viver, está ficando sem cor, sinto q Deus me ouve mas prefere me manter à distância pq eu já errei tanto e não tem mais o q ser feito. Queria tanto q essa dor passasse mas ela não passa, não passa.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: