Fim da vida dupla

Acerca do porquê eu prefirir ir à cruz…

Primeiramente quero dizer que eu gosto muito dos comentários que eu recebo e dá vontade de responder para cada um, eu ainda vou colocar um sistema bom aqui que permita fazer isso tranquilamente. Atualizações… minha cabeça está trabalhando nesse sentido. Até penso em elaborar uma versão em inglês “God and the Girl” hehehehee… uma hora sai!

Hoje cedo li um texto muito legal do Thiago refletindo sobre a maturidade na sua vida cristã (ficou muito lindo e eu super recomendo). Lembrei de mim. Vivia no aguardo do final de semana, quando a minha vida com Deus seria intensa. Na sua infinita paciência e misericórdia, Deus me ensinou como ter uma aliança verdadeira com Ele. Ensinou-me como servir todos os dias, ter intimidade com o Senhor durante toda a semana, alcançar o coração dele mesmo fora do templo.

Deus me fez entender que a igreja sou eu, somos nós, todos os filhos e filhas espalhados sobre a face da terra. Templo do Espírito Santo, sou eu, melhor e maior casa de adoração não há na terra do que um verdadeiro adorador. Templo é templo, igreja é igreja, comunidade cristã é comunidade cristã. Mas eu não conseguia me livrar da expectativa do final de semana, mesmo chegando lá e ouvindo uma palavra que o Espírito Santo já havia me ministrado durante a semana na nossa intimidade. Parecia tão importante freqüentar uma igreja que eu simplesmente ia. 

Diferente do Thiago, minhas emoções da adolescência não incluem ficar por ficar. Mas incluem namoros sem objetivo, de um ou dois meses. Com rapazes de quem eu raramente gostava de verdade, por isso não me esforçava para que durasse mais que dois meses. O que me incomodava era ficar sozinha, mas beijar diversas bocas não me atraía também. O Encontro com Deus (aquele realizado pelas igrejas da visão celular) foi uma coisa definitiva na minha vida, foram três dias de muito impacto. Eu já tinha 18 anos, era hora de me consertar. Não sei se faz diferença para todo mundo, conheço as críticas ao Encontro, mas foi tremendo MESMO na minha vida. Sei de mim, na minha vida funcionou.

Passei a ter propósitos com Deus para quase tudo e nossa aliança me abençoou e abençoou a minha casa. Troquei de profissão, assumi meus ministérios, recebi dons (que só mais tarde eu desenvolvi). Mas a vida na comunidade cristã em que eu estava, não era muito ideal. Como eu tinha amizades lá, cargos de liderança, perspectiva de mobilidade e outros, entrei naquele discurso de olhar para Deus e não para os homens. Passei a ser conivente com atitudes erradas, com certas permissividades e paganismos que aconteciam dentro da comunidade que eu freqüentava. Comodidade é uma coisa que a gente acostuma.

Até que um dia Deus disse que se eu continuasse vivendo assim, eu morreria de tão religiosa que estava ficando. Do tipo que ia no culto porque tinha que ir no culto. Disse que eu deveria me reencontrar primeiro, buscar Nele minha identidade, para depois freqüentar uma comunidade cristã. Então fiquei um ano e meio mais ou menos sem depender de comunidade cristã para me achegar ao Senhor. Sem depender de pregação para ser ministrada. Sem depender de orientação pastoral para jejuar, orar e estudar a Bíblia. Eu cresci e, o mais interessante, me mantive firme.

Essa direção que o Senhor me deu salvou minha vida do vazio que é a religiosidade. Não sei se funciona para todo mundo. Também não acho que todos tenham que sair das comunidades cristãs que freqüentam para ouvir a voz de Deus. Foi um momento meu de tratamento. Então, depois que aprendi tudo isso, eu pude voltar a freqüentar uma comunidade cristã. Agora já não me faz mal, porque vivo a mesma coisa todos os dias da semana. O que acontece no meu quarto também acontece quando estou lá cultuando ao Senhor. O fim da vida dupla só veio com o investimento na intimidade, me dediquei mesmo a conhecer o Deus a quem eu sirvo. Estudar a Bíblia, orar, conversar com o Pai, me dispôr a ouvir a Sua voz e seguir Seus passos. Foi o que eu fiz. Deu muito certo para mim.
Se conseguiu ler até aqui, leia o Thiago também porque vale a pena! Fique em Deus!

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

9 Comentários

  1. Ana Flávia

     /  outubro 6, 2008

    Graça e paz minha irmã!
    Estou angustiada porque eu gostaria muito de ter um relacionamento mais profundo com Deus.Eu tenho lutado,me esforçado.Preciso de orientação,me sinto sozinha.
    O q faço?
    bjs
    flavvinhasilva@yahoo.com.br

    Responder
    • amar a Deus de todo seu coração, esquecer o mundo vive, a mocidade passa somente a palavra de Deus que permanecerá para sempre. se precisares de mais ajuda liga para :945422321.

      Responder
  2. a menina...

     /  outubro 7, 2008

    Bia, esse texto é realmente lindo. De fato…

    vc está certo mesmo

    Responder
  3. elianderson

     /  outubro 7, 2008

    o título perfeito pra esse
    post seria “fiquei com
    Deus”. hehehehe no final
    da história fazemos a
    escolha por Ele mesmo.

    Responder
  4. Marina

     /  outubro 7, 2008

    Como é lindo quando Deus nos encontra né?

    Fazem 3 anos que tive meu primeiro contato com Ele e mais ou menos uns 2 que tive verdadeiramente meu encontro com Cristo…

    Tenho aprendido a viver com Deus todos os dias… a cada passo, a cada palavra que digo tento ser reflexo de Jesus…

    Devemos aprender a ser amigo de Jesus, a conversar com ele a todo instante.. por exemplo, logo que acordo já digo um bom dia pra Jesus e peço a ele o Espirito Santo para que meu dia seja abençoado por ele…

    Adorei seu texto! Estou indo ler o do Thiago. ^^

    Bjxxx fike com Deus

    Responder
  5. rafaela

     /  outubro 7, 2008

    adorei o textoo
    passa no meu!! atualizei!!!

    Responder
  6. EDILSON VALDECI

     /  outubro 8, 2008

    A paz querida,

    Lindo post.

    E saiba que todos que querem uma verdadeira vida de intimidade com o Senhor, certamente terão um lindo encontro com ele em suas vidas.
    Fica com Jesus.

    Responder
  7. EDILSON VALDECI

     /  outubro 8, 2008

    Estou adc o seu blog ok!

    Responder
  8. Melhor é não responder naquilo que não sabemos, porque Deus disse nos 10 mandamentos não darás falsos testemunhos contra o teu próximo…

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: